Ambiente Gaia | Ir para a página inicial
Selecionar idioma: en br


Nossos Contatos

Salvador
» Fones: (71) 3033-3857
São Paulo
» Fones: (11) 97631-7127
» e-mail: Clique aqui

Gerenciamento de Risco

A Ambiente Gaia Consultoria e Engenharia elabora Estudos de Análise de Risco (EAR) de acordo com as Normas Técnicas Estaduais, Nacionais, Internacionais e Resoluções Estaduais e Nacionais. Seguimos as referências:

  • Norma Técnica CETESB P4.261 – Manual de Orientação para a Elaboração de Estudos de Análises de Riscos – Maio 2003;
  • Manual de Análise de Riscos Industriais - FEPAM N.º 01/01 - Março/2001;
  • Instrução Técnica para elaboração de Estudo de Análise de Risco para Instalações Convencionais - FEEMA/RJ;
  • Instrução Técnica para elaboração de Estudo de Análise de Risco para Dutos - FEEMA/RJ;
  • Resolução CONAMA N° 237 de 19/12/1997, que dispõe sobre Aspectos de Licenciamento Ambiental;
  • Organização Internacional do Trabalho (OIT), Convenção sobre a prevenção de acidentes industriais maiores (Convenção 174);
  • NIOSH Pocket Guide to Chemical Hazards, Department of Health and Human Services - Centers for Disease Control and Prevention - National Institute for Occupational Safety and Health, September 2007;
  • Emergency Response Guidebook 2008 – Transport Canada, U.S. Department of Transportation and Secretariat of Communications and Transport of Mexico;
  • Environmental Protection Agency (EPA), 40 CFR, Part 355, Emergency Planning and Notification;
  • Environmental Protection Agency (EPA), 40 CFR, Part 68, Chemical Accident Prevention Provisions;
  • EPA, Technical Guidance for Hazard Analysis - Emergency Planning for Extremely Hazardous Substances (1987);
  • Organization for Safety and Health Administration (OSHA), 29 CFR, § 1910.119 Process Safety Management of Highly Hazardous Chemicals;
  • Department of Transportation (DOT), 49 CFR, Part 192 – Transportation of Natural and Other Gas by Pipeline: Minimum Federal Safety Standards;
  • Department of Transportation (DOT), 49 CFR, PART 195 – Transportation of Hazardous Liquids by Pipeline;
  • Sax, N. Irving and Richard J. Lewis, Sr. Dangerous properties of industrial materials, Van Nostrand Reinhold Company– 7th ed., 1988.

Riskan

Utilizamos o Software Riskan, um sistema arrojado com capacidade de definir modelos e cálculo do risco de instalações químicas, aumentando a abrangência da aplicação destas técnicas e aumentando a segurança da indústria como um todo.

O sistema comporta estimativas dos efeitos físicos, frequência e análise de vulnerabilidades, relacionando-se mais de 3.000 (três mil) modelos às avaliações dos riscos sociais e individuais.